Direto de Brasília

JOESLEY ATRÁS DAS GRADES. O ENCONTRO CASUAL DE JANOT COM UM DOS ADVOGADOS DA JBS. LULA É DENUNCIADO NA OPERAÇÃO ZELOTES.

Meus caros leitores, para vocês que nos acompanham aqui neste espaço, tem alguma novidade, alguma surpresa na prisão dos empresários da JBS? Desde a denúncia fajuta daquelas gravações que não se sustentam, alertei que não haveria possibilidade de sucesso. Quando digo que esta é uma briga de profissionais, é porque é. Vamos dizer que é briga de cachorro grande. E de um lado os treinados por um grupo que possui Janot, Fachin, a grande empresa de comunicação e os bilhões da JBS. De outro, os profissionais da política e que estão aí em todos os governos: o PMDB sob a liderança de Sarney, Temer, Renan, Jucá, Padilha, Moreira acrescido agora por Eunício Oliveira e outros mais. Mesmo rachando o PMDB, ainda há, do lado de quem está no poder, muita munição. Como a tese da derrubada do Presidente não  vingou, agora a luta de Janot, a grande emissora e dos empresários bandidos, é para salvar os anéis. Por isso, para não destruir todas as benesses do acordo de leniência, prende-se o bandido. Mas, como já houve um acerto para o pagamento de uma multa de dez bilhões, o resto se salva. E podem crer, sobra muito ainda. Janot passa quase incólume apesar de permanecer a suspeita sobre a atuação do seu ex-auxiliar, Marcelo Miller. Mesmo trabalhando para os denunciados quando ainda estava sob as barbas de seu chefe, este nada percebeu, de nada sabia. São tantas coisas inverossímeis quanto a desculpa de que o advogado de Joesley foi só uma vez numa distribuidora de bebidas. Exatamente no dia em que por lá passava o algoz do seu cliente, por coincidência, o Procurador Janot. Me poupem! A Janot restam alguns bambus e pelo jeito, utilizará para dar conteúdo contra Temer a partir do que já fez, denunciar o “quadrilhão” do PMDB. Aí a tese pega musculatura. Se existe o quadrilhão partidário, ele, evidentemente, terá que agir como quadrilha e fica fácil de deduzir que esta tem um chefe! Não simples, porém não tão enigmática a tese da denúncia. Como se trata de briga de cachorro grande, pouco sobrará desta batalha. Enquanto eles brigam, na planície a violência corre solta. Acompanhada pela falta de remédios, de médicos, de educação, de emprego, enfim, de quase tudo de que se necessita para uma vida decente no país. Para complementar,um comentário: Lula foi denunciado na Operação Zelotes. Mais uma acusação, mais um inquérito. Somando-se as denúncias de Janot contra ele, Dilma e a Turma do PT, o que está relatando Palocci, arrisco palpitar que, conhecendo sua pouca disposição para grandes combates e já com pouca munição, ao invés do caminho para Curitiba no dia 13, seguirá por alguma fronteira, pelo Uruguai, rumo a Cuba, Nicarágua, Panamá ou até mesmo Bolívia ou Venezuela. Seu heroísmo não brota de batalhas. Pode ser só uma suposição. Espero que o futuro prove o contrário. Direto de Brasília, José Woitechumas.

Comentários