SLIDER
22/11/2016 às 16:53:22

Catarinense de bodyboarding 2016

Luís Villar e Raquel Friedrich mantém a hegemonia

1

O Brava PRO/AM foi a quinta e última etapa do circuito catarinense de bodyboard em 2016. Depois de passar pela praia Brava de Itajaí, praia Mole em Florianópolis, praia do Mar Grosso em Laguna e praia do Estaleirinho em Balneário Camboriú os melhores bodyboarders do sul do Brasil se encontraram na Brava de Floripa para o encerramento da etapa.
 
E ela não decepcionou. A última praia do norte da ilha quebrou com ondas de cinco pés e excelente formação, dias de sol e muita vibração na areia.
 
Em disputa, os títulos nas oito categorias que foi acirrada até o fim, confirmando o circuito catarinense de bodyboard como um dos circuitos estaduais mais disputados do país. Atletas dos três estados do sul, além do Rio de Janeiro, São Paulo e da uruguaia radicada na brava, a local e vencedora do evento profissional feminino Rose Lazaro.
 
Disputa na Pro feminina com título já garantido
 
Rose surpreendeu a praia com sua performance até o título do evento. Apesar das excelentes competidoras na disputa, demonstrou conhecimento do pico sabendo escolher as melhores ondas que a levaram ao topo do pódio. Em segundo ficou Liege Laurentino, seguida de Francis Aoto, Pérola de Souza em quarto e Ana Volpato em quinto. Devido a combinação de resultados, a bodyboarder Raquel Friedrich garantiu o tricampeonato mesmo sem entrar na água. Suas vitórias nas outras etapas e combinação de resultados nesta garantiram o título por antecipação.
 
Na Pro Masculina, Villar é bi em disputa apertada
 
A grande espera do evento era a disputa entre Luís Villar e Darlan Vieira pelo título catarinense. Na água, não decepcionaram. Ambos vieram com performances surpreendentes e notas excelentes, mas a categoria estava ainda mais acirrada com a presença do top do circuito mundial Eder Luciano, que recém chegou das Ilhas Canárias para faturar o evento. Outro destaque foi o atleta paranaense Igor Matoso, disputando sua primeira etapa como profissional chegou à final e ainda fez o dez unanime do evento em um aéreo para a direita na semifinal.
 
Luís terminou a etapa em sétimo, e precisava torcer contra a vitória de Darlan Vieira pois assim o bicampeonato estava garantido. Com a vitória de Eder, Fernando Z ficou em segundo lugar e Darlan em terceiro. Igor Matozo terminou em quarto e enquanto os atletas celebravam na água Luís era carregado pelos amigos para comemorar o título.
 
Na amador masculino, Guilherme Unfried foi o campeão da etapa e também levou o título catarinense em 2016. Leandro Gonçalves ficou com a segunda colocação seguido por Luan Gouveia e Lucas Beline em quarto.
 
Na amador feminino, Isa Nunes faturou a etapa, seguida de Camille Oliveira, Marina Sobral e Ana Volpato. Com o segundo lugar, Camille foi a campeã catarinense na categoria em 2016.
 
Na categoria Master, Sanderson Trevisan foi o campeão da etapa, seguido por Claiton Rosa e o local da Brava Ronaldo Figueiredo na terceira colocação. Em quarto, Fabio Potolowsky. O gaúcho Cleber Silva ficou com a quinta colocação e garantiu o título catarinense máster em 2016.
 
Entre os iniciantes, Matheus Oliveira foi o vencedor do evento, seguido por Leandro Gonçalves que garantiu o título estadual com o segundo lugar. Em terceiro, Lucas Alves e em quarto Pedro Richard.
 
Entre as iniciantes, Marina Sobral foi a vencedora, seguida por Isa Nunes e Anna Carolina, terceiro lugar no evento e campeã catarinense de 2016. Em quarto lugar Izadora Sofia.
 
Na categoria Gromets, Cesar Brito foi o vencedor do evento e campeão catarinense. Em segundo lugar Roger Fuscolin, terceiro Eduardo Alves e em quarto Isadora Sofia.

Comentários