17/11/2016 às 17:28:46

Troféu Ayrton Senna

GP do Brasil faz relembrar os velhos tempos de F1 com Ayrton Senna

No último domingo (30), aconteceu o GP do Brasil de Fórmula 1. A penúltima rodada do campeonato trouxe um clima nostálgico, afinal, neste ano completa-se 25 anos do tricampeonato mundial do Ayrton Senna; fato que será comemorado no Troféu Ayrton Senna de Kart. A disputa celebrará a importância e as conquistas do piloto brasileiro com presenças de grandes feras do automobilismo mundial, e jovens que sonham entrar nesta modalidade.

O evento é organizado pela Romagnolli Eventos em parceria com o Instituto Ayrton Senna, que também terá como objetivo incentivar a nova geração de pilotos. Destaque para lado social desta ação, uma vez que parte da venda dos ingressos será revertida ao Instituto.

\"A Fórmula 1 é um acontecimento extraordinário para o País, sobretudo, para os fãs do esporte. E, o melhor de tudo, é que em pouco dias, teremos outro grande marco do automobilismo: o Troféu Ayrton Senna, que trará nomes como: Bruno Senna, Helio Castroneves, Christian Fittipaldi, Nelsinho Piquet, Greg Mansell, Alex Brundle, Antonio Felix da Costa, Vitantonio Liuzzi, entre outros\", disse animado o diretor geral da Romagnolli Eventos, Carlos Romagnolli.

E será no Kartódromo Internacional Beto Carrero, na cidade de Penha, SC, que o público poderá prestigiar pilotos de diversas categorias do automobilismo mundial (Fórmula 1, Fórmula E, Indy, DMT, IMSA, Stock Car, F3 Euro e LeMans) em uma linda homenagem ao eterno ídolo, Ayrton Senna.

O Kartódromo Internacional Beto Carrero já sediou outros eventos importantes, mas a expectativa para o Troféu Ayrton Senna é diferente. \"Estamos muito felizes em sediar a competição neste ano tão especial para o Beto Carrero World, pois chegamos aos 25 anos de inauguração, junto com a marca do nosso eterno campeão. O Troféu Ayrton Senna vem para abrilhantar ainda mais nosso calendário de comemorações de aniversário e de fim de ano\", declarou o diretor-presidente do Beto Carrero World, Rogério Siqueira.

Comentários