28/10/2016 às 16:47:16

Moda, está na moda

Mercado é o que mais cresce no Brasil

Companhias bilionárias, investidores entusiasmados, planos de expansão global. Esse é o mercado de moda brasileiro, um dos que mais cresce, mesmo com alguns reveses da crise. Atualmente, o segmento totaliza mais de 365 mil empresas de varejo e é detentor de mais de 679 mil postos de trabalho, movimentando quase R$ 10 bilhões em salários. O varejo de moda no Brasil nunca vendeu tanto como nos últimos 10 anos. Prova disso é o que o País saltou da sétima para a quinta posição no ranking dos maiores consumidores mundiais de roupas.

 Entre os motivos para esse crescimento estão o aumento do varejo de rua, shoppings novos, e-commerce e a agilidade das empresas no lançamento de roupas que são tendências. Nos últimos 10 anos foram erguidos 160 shoppings no País. O número de redes de franquias de moda avançou 259% no mesmo período.

Esse potencial mercado precisa  estar sempre na frente e atualizado com o que é tendência no mundo. Por isso, são sempre bem-vindos eventos que ajudem quem trabalha com moda, de todos os segmentos, a estar preparado para este novo mercado. “Por mais que se fale em crise, e ela existe, o mercado de moda não deixa de crescer e, segundo estudos, tem muito potencial para melhorarmos nossa posição no ranking mundial. Por este motivo que resolvemos investir na segunda edição da Conferência ONDM – O Negócio da Moda. Um evento voltado para todos os profissionais que trabalham neste segmento. É uma oportunidade única de compartilhamento de inteligência”, informa o organizador do ONDM, Ivan Jasper.

A conferência ocorrerá entre os dias 7 e 9 de novembro, em Balneário Camboriú, e a expectativa é de que 2.400 pessoas participem das discussões sobre moda nos três dias. “Outro ponto importante é que temos espaços para a realização de negócios, o que interessa a todos os profissionais que estarão presentes”, afirma.

Negócios no line

Com a modernização e avanço tecnológico, as compras on line crescem a cada dia. Além disso, as mídias sociais influenciam também na divulgação de compra e venda, com o auxílio de blogueiras e artistas famosas, fazendo com que o ramo ganhe ainda mais destaque. “As pessoas estão muito mais atualizadas, conectadas com tudo que envolve moda e beleza e grande parte do público acompanha personalidades da mídia e se inspira. Tanto no e-commerce quanto na venda física o mercado tem muito a ser explorado, principalmente no segmento fashion. O segredo do sucesso é diversificar e oferecer bom atendimento.”, enfatiza. Pensando nessa nova realidade de mercado é que foram escolhidos os temas da conferência.

Comentários